tres-contratacoes-com-selo-de-qualidade-e-experiencia

Desporto

Três contratações com selo de qualidade e experiência

3 min. 09.07.2018

O FC Famalicão mantém em marcha a constituição do plantel que vai estar às ordens de Sérgio Vieira na temporada 2018/2019. O guarda-redes Rafael Defendi e o defesa central Ricardo, ambos ex-Paços de Ferreira, e o médio Filipe Oliveira, que representava o Marítimo, são as mais recentes caras novas.

Os três jogadores têm em comum o facto de terem atuado em equipas da Primeira Liga na última temporada. No caso de Filipe Oliveira, o médio foi promovido da equipa B maritimista no decorrer da temporada, tendo sido utilizado por Daniel Ramos em 15 jogos.

Nos insulares privou de perto com Tiago Sousa. O preparador físico, que integrou a equipa técnica de Daniel Ramos no FC Famalicão entre 2014 e 2016, considera que o jogador formado no U. Leiria e SL Benfica “é um médio que faz jogar a equipa, percebe muito bem as diferentes fases de jogo e altera o ritmo de jogo com muita facilidade”.

O preparador físico do Desportivo de Chaves deteta-lhe “uma visão de jogo muito boa”, que lhe permite “deixar um colega em boas condições de fazer golo”. Com capacidade para atuar como 8 ou 10, o treinador considera que é na primeira posição que Filipe Oliveira se sente mais confortável.

“Tem muita alegria quando joga, sobretudo, em zonas mais baixas no terreno, porque tem mais participação com bola”, sublinhou, apontando-lhe o jogo aéreo como mais uma virtude a ter em conta.

Dupla traz experiência de Paços de Ferreira

Bem mais conhecidos daqueles que acompanham o futebol português são Rafael Defendi e Ricardo. A dupla que viajou desde a Capital do Móvel será, no entender de Tiago Sousa, “uma mais-valia para o clube dada a sua enorme experiência”.

“O Ricardo é um poço de sabedoria, que se pode revelar importante quer para a intervenção individual quer para a coordenação de toda a linha defensiva”, sublinhou.

Ao guardião apontou-lhe igualmente “a vasta experiência” como fator essencial para “estar tranquilo num posto tão específico”.

Subida é objetivo exequível

Admitindo não ter profundo conhecimento das mudanças operadas na estrutura do FC Famalicão, Tiago Sousa acredita, porém, que “o novo projeto desportivo irá recolocar o clube, a breve prazo, na divisão máxima”, salientando ser um emblema com “um claro registo de Primeira Liga”.

Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Porminho - 250

Diário

opiniao-publica
Zoom Out - 250
ASCouto - 250
Pub - Cristina - 250-2

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.