especial-atletico-voleibol-clube

Desporto

Especial: Atlético Voleibol Clube

4 min. 25.10.2018

Presidente Rui Martins

Rui Martins, presidente do AVC

“Estão reunidos condimentos para um bom repasto em termos de títulos”

 O Atlético Voleibol Clube (AVC) vive em clima de festa, em virtude da comemoração do 20º aniversário. A data justifica celebrações, mas a expectativa é festejar em grande estilo no final da temporada.

“Conseguimos formar uma equipa muito forte e que será orientada por um corpo técnico que sabe o que quer”, rejubila o presidente, convicto de que “estão reunidos os condimentos para um bom repasto em termos de títulos”.

O rótulo de candidato à conquista do Campeonato Nacional é colado, de forma recorrente, ao clube famalicense. Rui Martins entende que “o esforço financeiro para conseguir títulos é importante”, embora o sucesso desportivo não se reflita em termos de apoio.

“O grupo empresarial do concelho deve estar mais atento ao trabalho das associações desportivas. São elas que contribuem, em grande parte, para a promoção de bons hábitos de saúde, mas ainda existe pouca colaboração das empresas para as apoiar nessa missão”, lamentou, num discurso completamente oposto quando aborda a temática da formação.

“Este ano, decidimos criar uma equipa B. Permitirá às jovens ter mais um ou dois anos para evoluir e serem integradas, amiúde na equipa principal”, sublinha, confiante de que o clube está a “dar uma imagem a todos os grupos da formação para que tenham o objetivo de chegar à primeira equipa”.

Uma preocupação que se estende às atletas estrangeiras que assinam pelo clube: “fico satisfeito por perceber que elas se sentem bem acolhidas e que integram esta família com muita satisfação”.

Rui Moreira

Rui Moreira, treinador do AVC

“Queremos voltar a vencer o Campeonato e a Taça”

É sob o lema da reconquista que o Atlético Voleibol Clube (AVC) vai atacar a temporada 2018/2019. Depois de uma época em que os resultados ficaram aquém das expectativas, o clube famalicense não esconde o desejo de voltar a viver momentos de glória.

“Foi-me apresentado um projeto aliciante, em que está contemplada a intenção de voltar a vencer o Campeonato e a Taça de Portugal”, revelou Rui Moreira, que aponta Clube K e Leixões como diretos adversários nesta luta.

As movimentações no mercado foram, de resto, condizentes com esta ambição. “Reforçámo-nos bem, mas os nossos adversários também. No entanto, julgo que não será a qualidade dos reforços a fazer a diferença, mas sim o trabalho diário”, perspetiva.

A mentalidade vencedora não se restringe, todavia, ao panorama nacional. “Queremos passar a 1ª eliminatória da Taça Challenge, algo que o clube não conseguiu nas últimas épocas. É, por isso, uma barreira que queremos ultrapassar e o primeiro passo será vencer o primeiro jogo”, referiu, lançando, desde já, o duelo ante o Club Voleibol Haris, de Tenerife.

Sob o olhar atento do técnico estará igualmente a recém-criada equipa B. “É muito importante, pois vai permitir dar alguma rodagem a jovens atletas que não estão ainda preparadas para serem incorporadas no plantel principal”, enalteceu, convicto de que as jovens que forem chamadas aos jogos da primeira equipa serão premiadas “pelo mérito e pela evolução desportiva”.   

1 / 0
À conversa com... Quim
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.