especial-cd-lousado

Desporto

Especial: CD Lousado

3 min. 30.10.2018

_DSC2360

Carlos Cruz, presidente do CD Lousado

“O espírito lousadense está de volta”

O Clube Desportivo (CD) de Lousado decidiu voltar às origens esta época. Após um ano em que os planos saíram completamente furados, o emblema famalicense optou por regressar a uma matriz que o caracteriza.

“O espírito lousadense está de volta. Foi tudo mal planeado na última temporada e os erros não são para se repetir”, argumenta, confessando que “a decisão de cortar com o passado não se revelou produtiva”.

Escalpelizadas as razões que ditaram o fracasso, Carlos Cruz entendeu, em sintonia com a equipa técnica, readotar uma estratégia da qual tirou dividendos há pouco tempo.

“Decidimos promover seis juniores e fazer regressar jovens da freguesia para reforçar o espírito bairrista”, congratulou-se, vincando uma ideia que pretende instituir: “antes de assinarem pelo CD Lousado, os jogadores têm de gostar do clube”.

De forma a comprovar esta linha de raciocínio, no plantel foi reservado espaço para atletas da formação. “O maior prémio para os nossos jovens passa por incorporá-los na equipa sénior e é isso que pretendemos fazer nas próximas temporadas”, vinca. 

Digerida a descida, é hora de apontar a mira à Divisão de Honra. “O objetivo de todas as equipas que militam na 1ª Divisão será subir de divisão. Espero que o CD Lousado seja uma das duas equipas que vão garantir esse desígnio”, confidencia.

_DSC2348

Filipe Moreira, treinador do CD Lousado

“Existe o sonho de subir de divisão”

A atribulada temporada anterior terminou com um desfecho infeliz, mas que facilmente ficou traçado desde a primeira volta. O Clube Desportivo de Lousado sentiu muitas dificuldades e o regresso à 1ª Divisão da Associação de Futebol de Braga tornou-se praticamente inevitável desde bem cedo.

Filipe Moreira foi o último comandante da nau lousadense, que espera navegar por águas bem mais calmas em 2018/2019. “O que aconteceu o ano passado não foi bom e isso servirá de exemplo. Fizemos uma grande reformulação ao nível do plantel e, por isso, temos consciência de que este será uma espécie de ano zero”, afirmou o técnico, que admite que em Lousado se alimenta “o sonho de subir de divisão”.

Na base desse pensamento está, garante, o rigor com que foi constituído o plantel. “Temos um conjunto de atletas que foi, em grande parte, formado no clube e muitos deles já foram orientados por mim ao longo do processo de formação”, realçou Filipe Moreira, desejoso de liderar “um grupo forte, unido e com o pensamento de lutar pela vitória a cada jogo”.

Apesar de atuar no último escalão, a expectativa passa por oferecer jogos que cultivem o apoio da massa adepta. “Há muita qualidade neste plantel e, nesse sentido, iremos procurar jogar bom futebol”, afirma, com a forte convicção de que o “plantel está bem servido de jogadores dotados do ponto de vista técnico”.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250
À conversa com... Quim

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.