dirigentes-do-gd-ribeirao-julgados-por-imigracao-ilegal

Desporto

Dirigentes do GD Ribeirão julgados por imigração ilegal

1 min. 05.03.2018

Inicia-se na próxima quinta-feira o julgamento de oito antigos dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão por importação de atletas estrangeiros sem visto de trabalho. Os ex-diretores do clube ribeirense, entretando declarado insolvente, foram acusados pelo Ministério Público dos crimes de angariação de mão de obra e auxílio à imigração ilegal e ainda de falsificação de documentos. Para além dos dirigentes, o processo envolve ainda dois empresários de jogadores e o futebolista Ansumane Faty Júnior, que atuou no clube ribeirense na temporada 2012/2013 e que atualmente joga no Oliveira do Douro.

Este processo tem por base uma investigação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras à situação contratual de 38 jogadores que representaram o clube ao longo de oito anos. Os dirigentes serão julgados pelo facto de facilitarem a entrada e permanência dos jogadores no país, bem como a participação dos atletas em jogos oficiais, com o intuito de os valorizar e captar a atenção de equipas de escalões profissionais. A estratégia passaria, posteriormente, por negociá-los com emblemas de escalões superiores e lucrar com as transferências.

A par destes negócios, o clube é ainda acusado de proporcionar, com a ajuda de empresários, a entrada no país de jogadores menores (com 16 e 17 anos).

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.