empresario-rejeita-envolvimento-no-esquema-de-jogadores-no-gd-ribeirao

Desporto

Empresário rejeita envolvimento no esquema de jogadores no GD Ribeirão

1 min. 20.03.2018

Continua em curso o processo no qual estão a ser julgados oito antigos dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, dois empresários e um futebolista, por envolvimento num alegado esquema de entrada ilegal de futebolistas estrangeiros em território nacional. O julgamento prosseguiu na passada segunda-feira, com a audição de várias testemunhas, entre as quais um empresário têxtil, que reconheceu ter assinado uma carta-convite de um dos jogadores envolvidos no processo, embora defenda que essa situação não estava relacionada com o futebol. Eduardo Anastácio, sócio do empresário Adilé Sebastião (um dos envolvidos no processo) confirmou ter assinado duas cartas com diferentes propósitos.

Uma das cartas tinha o intuito de permitir que um guineense estagiasse em Portugal e regressasse, posteriormente, ao país de origem, enquanto a outra missiva previa que um futebolista prestasse provas e estagiasse em part-time. No entanto, sustentou Eduardo Anastácio, “divergências graves com Adilé Sebastião” fizeram com que o acordo fosse inviável.

No processo foi ainda ouvido Aurélio Moreira. O antigo dirigente do GD Ribeirão confessou ter assinado documentos para que jogadores estrangeiros viessem treinar à experiência, dizendo, porém, que desconhecia que os mesmos estavam ilegais.

1 / 0
Norte2020 - 250
Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.