amessan-ex-fc-famalicao-impedido-de-jogar-por-imbroglio-com-racing

Desporto

Amessan (ex- FC Famalicão) impedido de jogar por imbróglio com Racing

2 min. 27.03.2018

Christo Amessan, costa-marfinense que representou o Futebol Clube (FC) de Famalicão na temporada 2015/16, vive um momento muito conturbado na carreira. O extremo está atualmente impedido de jogar por culpa de um litígio que mantém com os luxemburgueses do Racing, num processo que vai motivar uma queixa na FIFA, UEFA e no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. Mas vamos por partes.

Contratado pelo Racing a meio da temporada 2016/17, Christo Amessan celebrou um contrato que contemplava salário, habitação e carro. No entanto, a estada no Luxemburgo durou apenas meio ano. Dispensado no final da época, o jogador diz ter sido alvo de ameaças de despejo por parte dos responsáveis do Racing, com quem tentou dialogar para rescindir o contrato que ligava as duas partes.

Os contactos foram inconclusivos e Amessan decidiu regressar a Portugal no início da presente época, tendo sido anunciado como reforço do Olhanense. No entanto, os algarvios não puderam inscrevê-lo, já que o Racing tinha registado o costa-marfinense como jogador profissional até 2020. Uma situação que, defende o jogador, não era condizente com o acordo celebrado, já que tinha assinado um contrato de amador.

Face a esta condição, o Racing, mesmo sem pagar salários ao jogador, exigiu o pagamento de 15 mil euros para libertá-lo. O Olhanense, que disputa o Campeonato de Portugal, não acedeu às pretensões e Amessan ficou impedido de exercer a sua profissão.

Esta situação fez com que o clube ordenasse, em fevereiro, a saída do jogador da habitação que tinha cedido e o jogador viu-se mergulhado num mar de indefinições. O Sindicato dos Jogadores predispôs-se a ajudar o jogador nesta fase difícil e já garantiu que vai apresentar queixa na UEFA, FIFA e no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem por privação do direito ao trabalho.  

Enquanto aguarda pela resolução desse imbróglio, Amessan vive, para já, da caridade do organismo que representa os jogadores, com a firme esperança de poder retomar a atividade no início da próxima temporada.

 

FOTO: FC Famalicão

Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Porminho - 250

Diário

opiniao-publica
Zoom Out - 250
Pub - Cristina - 250-2
ASCouto - 250

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.