especial-grupo-desportivo-do-louro

Desporto

Especial Grupo Desportivo do Louro

4 min. 17.05.2018

Foi rápido o regresso do Grupo Desportivo do Louro à Divisão de Honra. Um ano depois da descida à 1ª Divisão, o emblema famalicense logrou obter a promoção ao segundo escalão do futebol distrital da Associação de Futebol de Braga. O técnico Tonanha revelou-se uma escolha acertada por parte da direção presidida por José Carlos Paula, existindo uma indisfarçável sintonia entre os dois elementos que culminou com a subida de divisão.

Presidente José Carlos Paula

José Carlos Paula, presidente do GD Louro

“Sempre acreditei neste grupo de trabalho”

Foi curta a passagem do Grupo Desportivo do Louro pela 1ª Divisão. Um ano depois de ter descido ao escalão inferior do futebol distrital, o emblema presidido por José Carlos Paula logrou regressar à Divisão de Honra.

“A subida era o único objetivo que tínhamos depois de termos caído na última divisão”, confessou o líder máximo, que rejeitou ter-se tratado de “uma tarefa fácil”, até porque, defende, “tivemos adversários de muito valor”.

Prova disso mesmo foi o início de campeonato. Derrotas nos três primeiros jogos poderiam indiciar uma temporada difícil. No entanto, a equipa demonstrou capacidade para ultrapassar este contratempo inicial.

“Sempre acreditei neste grupo de trabalho, mesmo quando os adeptos estavam desconfiados. Pedi calma aos jogadores e garanti-lhes que iriamos subir de divisão, pois acreditava muito neste grupo de trabalho”, asseverou, considerando que “o título de campeão “foi a cereja no topo do bolo”.

Grato à equipa técnica e aos jogadores, José Carlos Paula relevou o papel do técnico Tonanha. “É um grande treinador. Conseguiu agarrar o barco com as duas mãos e, juntamente com os jogadores, é um dos grandes obreiros desta época”.

Ainda sem certezas quanto a uma eventual continuidade à frente dos destinos do clube, o dirigente demonstra orgulho por comandar “um clube com uma grande dimensão”. Ainda assim, alude ao facto de estar há 25 anos na direção como uma razão plausível para fazer uma pausa no final desta temporada.

Tonanha

Tonanha, treinador do GD Louro

“Fomos a melhor equipa do campeonato”

Tonanha foi o treinador que reconduziu o Grupo Desportivo (GD) do Louro à Divisão de Honra. Depois de vários anos de ligação ao Ruivanense Atlético Club, o treinador aceitou o convite endereçado pela direção presidida por José Carlos Paula com a firme convicção da missão que lhe estaria destinada.
“Cumprimos os objetivos propostos. A subida de divisão foi a meta delineada e conseguimos alcançá-la porque fomos, realmente, a melhor equipa”, salientou o treinador.

O início do percurso proporcionou, porém, alguns dissabores. As derrotas nos três primeiros encontros do campeonato poderiam ter abalado a equipa e fazê-la desconfiar do próprio valor. Algo que Tonanha sempre ripostou. “Deitar a toalha ao chão não faz parte da mentalidade da equipa técnica. Depois dessas partidas, o grupo assimilou as ideias e com as vitórias tornou-se mais fácil”, admitiu, louvando o trabalho dos jogadores e a força transmitida pela direção, staff e massa adepta.

“Nunca nos faltou nada e, a este nível, o apoio desta gente fantástica torna mais fácil o nosso trabalho”, sublinhou Tonanha, que espera “ter contribuído para a evolução e valorização dos jogadores em termos humanos”.

Cumprido o desígnio, o treinador ainda não sabe o que o futuro lhe reserva. Admitindo que esta será, para já, uma altura para descansar, Tonanha deixa, porém, a garantia de que o treinador que assumir o clube “tem oportunidade para exercer um trabalho competente num clube sério”.

Foto do plantel cedida por Foto Macedo

Tags

Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Porminho - 250

Diário

opiniao-publica
Pub - Cristina - 250-2
ASCouto - 250
Zoom Out - 250

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.