despesa-dos-hospitais-com-medicamentos-volta-a-aumentar

Notícias

Despesa dos hospitais com medicamentos volta a aumentar

1 min. 02.07.2018

A despesa com medicamentos nos hospitais públicos tem estado a aumentar desde 2015, ano da saída da “troika”. Em 2017 a fatura ascendeu a 1141 milhões de euros, mais 59 milhões que no ano anterior. Os fármacos para o cancro e VIH representam 44 por cento do total dos gastos.

Segundo o Jornal de Notícias, que cita um relatório do Infarmed, “os primeiros meses de 2018 já deixam antever nova escalada (mais 30 milhões face ao período homólogo)”. 

O relatório do Infarmed revela ainda que foi a região Norte que deu o maior contributo para o aumento da despesa, com mais 25 milhões. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com mais 20 milhões. 

Oncologia, artrite reumatoide, psoríase e paramiloidose são as doenças que provocam um maior aumento na despesa com medicamentos.

O jornal avança ainda que foi nos IPO (Lisboa, Porto e Coimbra) que se registou um maior aumento da despesa em termos percentuais (12,6 por cento). Este valor está relacionado com o custo dos novos fármacos para o tratamento de doenças oncológicas. 

Tags

Porminho - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica
Pub - Cristina - 250-2
ASCouto - 250
Zoom Out - 250

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.