paulo-cunha-recebeu-as-familias-beneficiarias-do-apoio-a-renda

Notícias

Paulo Cunha recebeu as famílias beneficiárias do apoio à renda

2 min. 12.07.2018

Foi uma situação inesperada de desemprego com baixa que levou Maria (nome fictício) a procurar ajuda para as suas despesas com a habitação. “Senti-me a entrar num abismo quando me apercebi que não conseguia ter dinheiro para pagar a renda da casa”, explica, salientando que soube do programa municipal “Casa Feliz, Apoio à Renda” promovido pela Câmara Municipal de Famalicão, por acaso. “Quando tive conhecimento deste apoio percebi que era a minha tábua de salvação”, afirma, acrescentando, “é uma ajuda fundamental para este período difícil que espero termine rapidamente”.

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, recebeu, esta terça-feira, nos Paços do Concelho, as 190 famílias que vão poder contar, durante este ano, com o apoio financeiro municipal para conseguirem cumprir os seus compromissos com as rendas das suas habitações. O autarca afirmou que apesar do apoio à habitação social “não ser uma competência da Câmara Municipal”, a autarquia “não pode ignorar situações em que as pessoas precisam deste apoio”.

“É um investimento considerável do município, que se ajusta às necessidades”, afirmou. E acrescentou: “Eu estou aqui a dar voz a este apoio que é de todos os famalicenses”.

Maria Gonçalves, de 53 anos, divorciada e com uma filha a estudar também vai beneficiar este ano do apoio municipal pela primeira vez. “Estou de baixa média e este apoio vai ser muito importante para me ajudar nesta fase mais complicada da vida”, assume.

Refira-se que o apoio municipal implica um investimento anual de 200 mil euros e pretende apoiar famílias que, por diversos motivos, estão numa situação de carência económica e que precisam de apoio para suportar as rendas e evitar despejos por falta de pagamento.

Desde 2014, a autarquia já investiu cerca de meio milhão de euros com os apoios à renda, que são divididos em três escalões A, B e C, correspondendo a 100 euros, 75 euros e 50 euros mensais. Com o escalão A foram beneficiadas 107 famílias, com o Escalão B 70 e com o Escalão C 13 famílias.

 

Porminho - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica
Zoom Out - 250
Pub - Cristina - 250-2
ASCouto - 250

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.