Renovação urbana é destaque em orçamento “equilibrado e responsável”

Informação

Renovação urbana é destaque em orçamento “equilibrado e responsável”

1 min. 06.12.2017

O arranque das obras de renovação de Famalicão, a partir da requalificação e revitalização do Mercado Municipal e da construção de uma rede urbana pedonal e ciclável estruturada, funcionando como ligação entre os núcleos urbanos periféricos, as estações de transportes públicos e o centro urbano, é um dos destaques das Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2018 do município de Famalicão, que vai ser apreciado em reunião extraordinária do Executivo Municipal agendada para esta quinta-feira, dia 7.

O processo de execução do PEDU vai ter início em 2018 e deverá prolongar-se até 2020, prevendo-se um investimento de cerca de 27 milhões de euros, dos quais 17,5 milhões serão financiados pela União Europeia através do Portugal 2020. Para 2018, o investimento municipal previsto neste âmbito é de 6,1 milhões de euros.

Para além da novidade sobre o início do processo de renovação urbana, o Orçamento da Câmara Municipal de Famalicão desenvolve-se sobre a nota do equilíbrio e da responsabilidade. Do bolo global do orçamento, 21 milhões de euros correspondem a investimento direto em setores como a educação, ambiente, cultura, urbanismo, habitação, desporto e mobilidade. Mas o investimento da autarquia far-se-á continuar a sentir por via da despesa corrente, que chega praticamente aos 62 milhões de euros, mas que assegura o desenvolvimento e funcionamento dos serviços e programas municipais de apoio às famílias famalicenses, assim como a autonomia financeira das juntas de freguesia do concelho.

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.