the-mean-machine-a-postos-para-a-corrida-red-bull-lisboa

Notícias

“The Mean Machine” a postos para a Corrida Red Bull Lisboa

3 min. 07.09.2018

O grupo de Famalicão, os “The Mean Machine”, que vai participar na edição deste ano do Grande Prémio Red Bull Lisboa – A Corrida Mais Louca do Mundo, tem tudo a postos para rumar à capital, no fim de semana, depois de ter sido um dos selecionados entre 600 inscrições para projetar e construir um carro de forma manual.

Recorde-se que o Grande Prémio Red Bull Lisboa é um evento global para pilotos amadores que correm em carros feitos à mão. Os veículos movem-se pela criatividade e pela competição amigável, sem nunca esquecer a adrenalina da velocidade. Esta corrida de veículos sem motor propõe aos participantes a construção de um carro que desafie as normas do design e as leis da física. Vão competir contra o relógio num percurso inclinado, neste caso o Parque Eduardo VII, estando dependentes só da força humana.

Os “The Mean Machine” representam Famalicão na corrida e, depois de várias semanas de trabalho, o carro, que tal como o nome do grupo indica, é inspirado nos desenhos animados “A Mais Louca Corrida do Mundo”, pretendendo ser uma réplica do “The Mean Machine” ou em português “A Máquina Malvada” que levava a bordo o tão famoso Muttley, o cão que dava risinhos muito caraterísticos, está pronto.

“À volta do evento há todo o ambiente muito bom e toda a gente quer é divertir-se. Estamos ansiosos que chegue o dia”, explica Raquel Barreiro, a mentora de toda a participação na prova para quem a conceção do carro foi menos complicada do que o esperado. “O carro tem muitos pormenores, mas com o passar do tempo percebemos que ia ficar muito engraçado”, explica a arquiteta de profissão.

Para a conceção do carro foram utilizados materiais como cartão, rede de galinheiro, papel de jornal e vasos, entre outros. “Usamos a imaginação e o resultado final foi o que esperávamos”. 

No dia da corrida, as formações eleitas vão ser avaliadas por um júri tendo em conta três fatores: tempo, criatividade/originalidade do veículo e interatividade com o público. Para que nada falhe, de Famalicão vão quatro personagens do tema escolhido e a acompanhar a sua descida vai haver uma coreografia ao som da música da “A Mais Louca Corrida do Mundo”.

Refira-se que a equipa vencedora vai viver uma experiência Red Bull Racing durante um fim-de-semana, numa corrida europeia. Os segundos classificados ganham uma experiência WRC Rally de Portugal em 2019 para toda a equipa, e os terceiros uma driving experience com o Tiago Monteiro, em Portugal.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
À conversa com... Quim
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.