pais-denunciam-inquerito-racista-nas-escolas

Notícias

Pais denunciam "inquérito racista" nas escolas

1 min. 18.09.2018

Um inquérito entregue esta segunda-feira aos pais dos alunos de pelo menos duas escolas do 1.o Ciclo do Grande Porto levou a que alguns tenham feito denúncias no Alto-Comissariado para as Migrações e também junto de Rosa Monteiro, secretária de Estado da Cidadania e Igualdade.

O Jornal de Notícia conta que em causa estão perguntas sobre a ascendência dos alunos e sobre a origem dos pais. Concretamente, os encarregados de educação, convidados a responder ao inquérito, devem dizer se a origem do pai ou da mãe é "portuguesa, cigana, chinesa, africana, Europa de Leste, indiana, brasileira" ou outra.

Diana Orghian, responsável pelo estudo organizado por uma empresa de consultadoria em economia comportamental, garantiu ao Jornal de Notícias que o objetivo é melhorar os métodos educativos nas escolas. A responsável assume, no entanto, que "algumas coisas não correram bem".

Os pais podem recusar-se a responder ao inquérito, mas têm de justificar a decisão, esclarecer se costumam ir às reuniões da escola e responder qual consideram ser o papel da ciência na melhoria da qualidade de vida.

O questionário, feito em Lisboa e no Porto, foi autorizado pela Direção de Educação. O Alto Comissário para as Migrações está a investigar a denúncia de pais.

1 / 0
Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.