pinto-da-costa-constituido-arguido-no-caso-dos-emails

Notícias

Pinto da Costa constituído arguido no caso dos emails

1 min. 09.11.2018

O presidente do F. C. Porto, Pinto da Costa, e três administradores da SAD portista foram constituídos arguidos no caso dos emails do Benfica.

O presidente portista e os restantes dirigentes são suspeitos de ofensa à pessoa coletiva, avança na sua edição online o Jornal de Notícias. 

Pinto da Costa foi ouvido, esta sexta-feira, pelo Ministério Público, no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), no âmbito de uma investigação com origem numa queixa do Benfica, devido à divulgação de emails internos do clube.

O diretor de comunicação dos dragões, Francisco J. Marques, que foi divulgando o conteúdo da correspondência no programa do Porto Canal "Universo Porto - da Bancada", também é arguido neste processo.

"No âmbito de inquérito que teve origem numa queixa apresentada pelo Sport Lisboa e Benfica, foram, hoje, constituídos e interrogados sete arguidos. Estes arguidos encontram-se indiciados pela prática do crime de ofensa a pessoa coletiva, estando, ainda, um deles indiciado pela prática crime de violação de correspondência", indica uma nota publicada na página da internet do DCIAP, sem mencionar o nome dos arguidos.

O DCIAP esclarece ainda que este inquérito "é distinto do designado 'caso dos e-mails', no qual se investigam crimes de corrupção e, como já foi tornado público, tem um arguido constituído".

Pinto da Costa esteve na manhã de hoje, durante cerca de 40 minutos, nas instalações do DCIAP, sem prestar declarações aos jornalistas.

 

Ler mais em jn.pt

1 / 0
À conversa com... Quim
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.