os-filhos-que-batem-nos-pais-sao-homens-solteiros-e-desempregados

Notícias

Os filhos que batem nos pais são homens, solteiros e desempregados

1 min. 15.11.2018

As conclusões pertencem aos dados estatísticos reunidos e analisados pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).

Com base nos 3.300 pedidos de ajuda feitos por pais e mães vítimas de violência doméstica por parte dos filhos, a APAV traçou aquele que é o perfil dos portugueses que cometem o crime de violência filioparental.

Os dados dizem respeito aos anos entre 2013 e 2017, período temporal em que o número de agressores foi superior ao número de vítimas – 3.579 contra 3.369.Ainda sobre os autores e autoras dos crimes, a maioria (2.457) pertence ao sexo masculino, tem entre 36 e 45 anos (635) , é solteiro e desempregado.

Quanto às vítimas, cerca de 48% dos pais e mães tinham 65 anos ou mais, sendo que a maioria das vítimas é do sexo feminino (81,6%) e sobretudo mulheres viúvas (28,2%) que pertenciam a um tipo de família nuclear com filhos e filhas (30,5%).

 Relativamente aos crimes, prevalece o tipo de vitimação continuada em cerca de 80% das situações, com uma duração média entre os 2 e os 6 anos (13,2%), sendo a residência comum o local onde ocorrem mais crimes (55,2%). “Já as queixas/denúncias registadas representam somente 27,3% face ao total de autores de crime assinalados”, explica a APAV.
1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.