ctt-lousado-maria-augusta-santos-questiona-governo

Notícias

CTT Lousado: Maria Augusta Santos questiona Governo

2 min. 11.12.2018

A deputada famalicense do PS, Maria Augusta Santos, questionou o Governo sobre o encerramento dos CTT de Lousado. Numa pergunta enviada ao ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, a socialista questiona sobre o encerramento do balcão daquela freguesia, de que é natural, nomeadamente sobre se o Ministério tem conhecimento de a Administração dos CTT ter feito algum estudo ou avaliação que sustente o encerramento do balcão de Lousado.

Maria Augusta Santos pergunta ainda se são conhecidos os pressupostos em que assentou a avaliação e qual a razão que fundamenta o encerramento. Para além disso, quer saber se foram equacionadas medidas no sentido de salvaguardar a manutenção do serviço público de distribuição postal à população de Lousado.

“Com a privatização dos CTT concretizada pelo Governo do PSD/CDS, sabemos bem que se iniciou um processo de transformação da empresa, estando o setor postal a sofrer um rápido processo de mudança que se tem traduzido por uma redução muito significativa do serviço público de distribuição postal, evidenciada no facto de ter ocorrido uma redução dessa distribuição, até então diária, para uma ou, na melhor das hipóteses, duas vezes por semana, a par do rápido crescimento do Banco CTT, talvez o fator determinante da privatização dos CTT”, alerta na missiva.

A parlamentar famalicense recorda ainda que Lousado tem uma população residente de, aproximadamente, 5000 habitantes e que a sua “a dinâmica económica está centralizada na indústria, localizando-se nesta freguesia a maior zona industrial do concelho de Famalicão, nomeadamente, a quarta maior empresa exportadora do país, a Continental Mabor, razões pelas quais a parlamentar sugere que o tema merece particular atenção.

A pergunta é também subscrita pelo deputado de Famalicão Nuno Sá e pelos restantes deputados socialistas eleitos pelo distrito de Braga.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.