sonix-desiste-da-ricon-140-trabalhadores-despedidos

Notícias

Sonix desiste da Ricon: 140 trabalhadores despedidos

1 min. 15.03.2019

De acordo com fontes próximas do processo de insolvência da falida Ricon, o grupo Sonix, de Conceição Dias, que tinha sido o único a apresentar uma proposta de compra da fábrica da Ricon Industrial, acabou por recuar, alegando que a comissão de credores demorou muito tempo a tomar uma decisão. Segundo o Jornal de Negócios, esta situação levará ao despedimento coletivo de cerca de 140 trabalhadores da atual Nocir (Ricon ao contrário), o nome da empresa arrendatária de parte das instalações industriais do único ativo ainda por vender do universo Ricon. 

A fábrica tinha sido colocada à venda por um valor-base de 3,53 milhões de euros, podendo ser alienada, nos termos do processo de insolvência, por 85% desse montante. Acontece que a Sonix, que apresentava como trunfo o facto de estar já instalada no espaço, com um contrato de arrendamento que acabava este mês, pagando uma renda de 17 mil euros mensais, ofereceu apenas 1,65 milhões de euros pela fábrica, ficando a 1,35 milhões de cumprir o valor mínimo e assim firmar a operação.

Consultada a comissão de credores, o Santander votou a favor e o grupo TMG (Têxtil Manuel Gonçalves) contra, enquanto a representante dos ex-trabalhadores se absteve. Face ao impasse, o tribunal determinou, a 25 de fevereiro, dar 60 dias para "apresentação de nova proposta ou que a diligência de liquidação tenha novos desenvolvimentos".

 Ler mais em https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/industria/detalhe/conceicao-desiste-da-compra-da-falida-ricon-e-despede-140-trabalhadores

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.