joaquim-couto-renuncia-a-presidencia-da-camara-de-santo-tirso

Notícias

Joaquim Couto renuncia à presidência da Câmara de Santo Tirso

1 min. 03.06.2019

Joaquim Couto, detido no âmbito da operação "Teia", renunciou este domingo à presidência da Câmara de Santo Tirso e a todos os cargos públicos e políticos que ocupa no Partido Socialista.

O advogado do arguido, Nuno Brandão, confirmou a decisão, dizendo que Joaquim Couto entende que "não tem neste momento condições para manter o exercício dos cargos", independentemente das medidas de coação que venham a ser conhecidas no processo da operação "Teia".

No sábado, o Ministério Público (MP) pediu prisão preventiva para Joaquim Couto e a mulher, a empresária de comunicação Manuela Couto, e a prisão domiciliária com pulseira eletrónica para Miguel Costa Gomes, autarca de Barcelos.

As medidas de coação decididas pelo juiz de Instrução Criminal serão conhecidas esta segunda-feira.

De acordo com informações adiantadas pelo JN, uma das principais situações sob investigação prende-se com alegadas cunhas políticas oferecidas por Joaquim Couto em troca de adjudicações para as empresas de comunicação geridas pela mulher.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.