teatro-amador-portugues-mostra-se-a-partir-de-famalicao

Notícias

Teatro amador português mostra-se a partir de Famalicão

3 min. 09.03.2018

Foram muitos os textos de Camilo adaptados ao teatro. Como Luís Francisco Rebelo escreveu em ‘O Teatro de Camilo’, a dramaticidade da sua obra é “reflexo da sua própria vida, tão pródiga em lances teatrais que daria matéria não para um, mas para vários dramas”.

Em Famalicão, terra que Camilo escolheu para viver e produzir a maioria das suas obras, há mais de uma década que a dramaticidade serve de inspiração para a realização do “Festival de Teatro Amador Terras de Camilo”, que tem como objetivo impulsionar a atividade dos grupos de teatro amador do país, dando a conhecer o seu trabalho e os seus atores.

A iniciativa, promovida pelo Grupo de Teatro Amador Camiliano – Grutaca, em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão, vai este ano para a sua 12ª edição e arranca no próximo sábado, 17 de março, com a interpretação da obra camiliana “Os Brilhantes do Brasileiro”, pelo Grutaca.

 

Grutaca abre o festival

 

Até 20 de maio, há cerca de uma dezena de peças apresentadas por 7 companhias nacionais para ver gratuitamente no palco do Centro de Estudos Camilianos, em frente à Casa Museu de Camilo, em S. Miguel de Seide. Os espetáculos decorrem aos sábados (21h30) e aos domingos (16h00) e a entrada é livre até à lotação da sala.

Depois do arranque no dia 17, no dia 25, a companhia de teatro Quatro Ventos, de Santo Tirso, sobe ao palco para apresentar “João sem medo”, uma adaptação da obra “As aventuras de João Sem Medo”, de José Gomes Ferreira. A 7 de abril, o Grupo de Teatro do Centro Cultural Lordelense, de Vila Real, apresenta “O Chá de São Cornélio”. No dia 14 de abril é a vez da Sociedade Artística Tramagalense, de Abrantes, participar no festival com a peça “Agarra que é milionário”, de Tozé Martinho. O Grupo de Teatro Olimpo, de Leiria, vem a Famalicão apresentar no dia 21 de abril, a peça “Os Mentirosos”, de Pedro Cabral. No dia 28 de abril, a Nova Comédia Bracarense apresenta “As artimanhas de Scapin”, de Moliére. A Associação Amarcultura, de Famalicão, apresenta no dia 5 de maio “Salsada de Comédia”, um conjunto de sketches de Monty Pyton. Por fim, o Grutaca encerra o festival com a peça “Eu, Tu, Ele, Nós, Vós, Eles” de Sérgio Godinho, no dia 20 de maio.

Pelo meio há ainda tempo para a realização de workshops, no dia 27 de março, Dia Mundial do Teatro. O primeiro, às 10h00, é de Marionetas de Esponja e é destinado às Escolas Básicas do concelho. Agendado está também um workshop de Teatro de Papel, para as 14h30, também destinado às Escolas Básicas. O dia encerra com uma oficina de teatro, intitulada “Construção de uma personagem” e que terá como público alvo atores de grupos de teatro amador e profissional.

1 / 0
Opinião Pública - 250
À conversa com... Quim
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.