chma-recorreu-da-condenacao-de-que-foi-alvo-por-parto-negligente

Notícias

CHMA recorreu da condenação de que foi alvo por parto negligente

1 min. 03.04.2018

O Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), que tutela o hospital de Famalicão, recorreu para a instância seguinte do acórdão do Supremo Tribunal Administrativo que o condenava a pagar uma indemnização de 295 mil euros por negligência num parto. A notícia é avançada pela agência Lusa, que cita fonte hospitalar.

A mesma fonte explica que o caso “é já muito antigo”, mas a atual administração daquela unidade hospitalar “recorreu para a instância seguinte” da decisão daquele tribunal, que duplicou o valor da indemnização fixada pela primeira instância.

Recorde-se que o parto decorreu em 1998, tendo a criança, uma menina, morrido em 2007, depois de nove anos em estado vegetativo.

O acórdão do Supremo Tribunal Administrativo validou em 20 mil euros os danos resultantes das lesões sofridas pela mãe, 50 mil euros os danos sofridos pelos pais e os restantes 225 mil euros pelo sofrimento da menina.

Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Porminho - 250

Diário

opiniao-publica
Pub - Cristina - 250-2
ASCouto - 250
Zoom Out - 250

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.