ministerio-quer-imposto-sobre-alimentos-com-muito-sal

Notícias

Ministério quer imposto sobre alimentos com muito sal

1 min. 11.05.2018

Motivado por resultados de estudo que analisou o impacto da taxa sobre bebidas com açúcar, o Ministério da Saúde quer o alargamento da medida e quer voltar à carga para criar um imposto sobre alimentos com excesso de sal.

A propósito da publicação recente de um estudo na revista da Ordem dos Médicos sobre o impacto da taxa sobre as bebidas açucaradas, que levou a uma redução de consumo de 5630 toneladas de açúcar em 2017, pretende-se o alargamento do chamado Imposto Especial de Consumo (IEC) ao sal, depois de essa hipótese já ter sido chumbada uma primeira vez no debate do Orçamento para este ano no Parlamento.

A equipa do ministro da saúde não se compromete com nenhum calendário para reapresentar a medida, mas também não deixa de sublinhar que neste momento há um grupo de trabalho a fazer “uma avaliação mais profunda do impacto do IEC” e que terá em conta as suas propostas para elaborar o Orçamento de 2019.

Refira-se que o Ministério da Saúde criou  um grupo de trabalho, para preparar um acordo com a indústria alimentar com o objetivo de reduzir os teores de sal, açúcar e gorduras nos alimentos mais consumidos pelos portugueses até 2021. Outro dos objetivos passa por estabelecer um protocolo com a Indústria Nacional da Panificação para reduzir o teor de sal adicionado no pão comercializado em Portugal para valores inferiores a um grama de sal por cada cem gramas de massa de pão.

1 / 0
Opinião Pública - 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.