especial-da-freguesia-de-vermoim

Notícias

Especial da freguesia de Vermoim

8 min. 22.06.2018

A freguesia de Vermoim vai promover, no próximo fim de semana, a 4ª Mostra Associativa. O JORNAL OPINIÃO PÚBLICA dedicou um suplemento especial à freguesia, com entrevista ao autarca Manuel Carvalho.

HISTÓRIA DE VERMOIM

Vermoim, do concelho de Famalicão, situa-se a 7 quilómetros da cidade sede concelhia, na estrada nacional 206, que liga esta cidade à de Guimarães.

Vermoim é uma das freguesias com mais história do concelho de Vila Nova de Famalicão. No monte onde hoje se situa a freguesia, terá existido um castro importante, integrado numa civitas anterior à época Romana.

O povoamento de Vermoim está evidenciado pela existência de um castelo medieval com origem num castro erguido no monte sobranceiro à freguesia, embora fora da sua área atual. A povoação existente junto do Castelo de Vermoim, que era o centro administrativo do Julgado de Vermoim, foi destruída pelos Muçulmanos e pelos Normandos.

A freguesia aparece documentada desde o século XI, dando o nome ao Julgado de Medieval que se estendia entre os rios Este e o Ave, correspondendo praticamente ao atual concelho de Vila Nova de Famalicão e algumas freguesias dos concelhos de Santo Tirso e Guimarães. Gradualmente, Vermoim perdeu o seu lugar de centro administrativo e religioso em prol de Vila Nova de Famalicão. O património de Vermoim é composto pela igreja matriz construída em1769 e restaurada em 1999; pela Capela, do século XIX, e Largo Senhora do Amparo, pelo Palácio da Igreja Velha que é uma construção do século XIX (1881) e cujas origens remontam ao século XI, época em que terá existido neste local a antiga Igreja de Vermoim. Este palacete neoclássico possuía um romântico pergaminho que inspirou a obra “A Brazileira de Prazins” de Camilo de Castelo Branco. Fazem ainda parte deste rico património o cruzeiro e o castelo de Vermoim, situado no monte e que é composto por um bloco rochoso onde se notam algumas estruturas escavadas na rocha e onde se diz viver uma moura encantada.

Presidente da Junta_Vermoim 1

Entrevista a Manuel Carvalho, presidente da Junta de Freguesia de Vermoim

“Gostava de ver concretizada uma nova sede da Junta”

 

OPINIÃO PÚBLICA: Foi reeleito para mais um mandato como presidente de Junta de Vermoim. Como viu esta reeleição?

Com enorme orgulho, pela confiança que os Vermoinenses depositaram em mim e na minha equipa, para continuar a projectar o desenvolvimento de Vermoim.

Atualmente, quais são as suas prioridades para a freguesia?

Um autarca nunca está satisfeito com o trabalho que projeta e desenvolve em prol da sua comunidade, quer sempre mais. Mas, tenho a consciência que Vermoim nos últimos anos revelou progresso e qualidade de vida. É de facto a qualidade de vida que pretendo continuar a proporcionar à população de Vermoim, com a materialização da parte de saneamento e água pública, que ainda falta para cobrir totalidade da freguesia. Pretendemos ainda prosseguir com a melhoria de rede viária e reabilitar espaços verdes, bem como apoiar as forças vivas de Vermoim. 

Já falou na água e no saneamento, mas qual é o nível de cobertura?

Como salientei anteriormente é uma pretensão concluir a rede de saneamento e água pública que ainda falta em Vermoim. Atualmente temos 70% de saneamento concluído e 80% de cobertura da rede de abastecimento de água pública, mas como sabemos estas intervenções não dependem só da Junta de Freguesia, mas de um trabalho conjunto com a Câmara de Famalicão que, segundo o meu ponto de vista, está a trabalhar para que num futuro próximo estas infraestruturas estejam concluídas.

Há algum projeto com o qual se comprometeu e já esteja no terreno?

O compromisso de um autarca não se cinge a uma obra específica, mas sim ao desenvolvimento de uma comunidade. Mas não escondo que há sempre no horizonte uma ideia, um projecto de valorização colectiva, que engradeça Vermoim, não desvalorizando outras necessidades.  

O apoio social tem sido uma das suas bandeiras como autarca. O que tem sido feito e quais as ideias para o futuro neste âmbito?

Não considero que seja uma bandeira, mas sim uma preocupação redobrada em ajudar todos aqueles que, de uma forma ou de outra, ficaram numa situação mais desfavorecida. No futuro, continuarei a desenvolver um trabalho de proximidade para, objetivamente, ajudar superar as carências e dificuldades que possam surgir.

No que se refere à Educação, como olha para a freguesia de Vermoim?

É sempre uma responsabilidade fazer parte integrante do processo educativo das crianças que frequentam as nossas escolas e por isso o executivo tem mantido uma forte dinâmica em prol do seu sucesso. Com um parque escolar renovado, mantemos o serviço de refeições, o apoio na disponibilização quer de materiais, quer de equipamentos, sem esquecer a medida, implementada no mandato anterior, dos lanches gratuitos e saudáveis para todas as crianças. Prosseguimos com o projeto “Vermoim Ativo”, por entendemos ser muito importante que as nossas crianças também tenham uma ocupação no final do ano letivo, com actividades diversificadas, contando com o apoio do Município e do Agrupamento de Escolas.

Vermoim tem conseguido cativar mais famílias e empresas?

É de facto uma realidade que temos notado um aumento das famílias que se vêm fixar em Vermoim, fruto do notório desenvolvimento e qualidade de vida que esta freguesia pode proporcionar, nomeadamente com acessos fáceis que privilegiam quem trabalha em concelhos vizinhos, mas também pelo investimento que tem sido empreendido na nossa freguesia, quer a nível industrial como do comércio e serviços, contribuindo para a criação de novos postos de trabalho. 

Quais são os grandes projetos para os próximos anos?

Como sabe é sempre difícil a um autarca definir prioridades, porque todas as obras são sempre prioritárias, mas há obras que mesmo tendo uma componente física, superam o acto de construção, refiro-me à educação, uma obra inacabada, mas que obriga a um empenho permanente, porque está em causa as gerações futuras e o valor humano da nossa terra, assim, pretendo dar continuidade a esta grade obra.

Quais são as carências da freguesia de Vermoim?

Se estamos a falar de uma obra que gostaria de ver concretizada e que há muito que está nos nossos objectivos, mesmo não a tendo incluída no meu manifesto eleitoral, será a construção da nova sede autárquica, mais central e que gostaria de ver concretizada ainda neste mandato. 

Como descreve a freguesia de Vermoim?

É sempre uma resposta que me envaidece, porque quem gosta e se dedica a esta terra só a vê como a freguesia mais bonita do concelho de Famalicão, com uma história milenar, sempre orgulhosa do seu passado e com confiança no seu futuro.

Num momento de aniversário, qual a mensagem que deixa às pessoas de Vermoim?

Neste momento de celebrações, gostaria de deixar uma mensagem de agradecimento a todos que, de uma forma ou de outra, contribuíram e contribuem para enaltecer o nome de Vermoim, e que o dia da Freguesia não seja só uma mera data, mas que desperte em todos nós o orgulho de sermos vermoinenses.

   

Porminho - 250
Pub - Ulahlah - 250-1
Opinião Pública - 250

Diário

opiniao-publica
Zoom Out - 250
Pub - Cristina - 250-2
ASCouto - 250

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.