especial-futsal-sporting-clube-cabecudense

Desporto

ESPECIAL FUTSAL: Sporting Clube Cabeçudense

4 min. 21.11.2019

Leia na edição desta semana do Opinião Pública um especial dedicado ao futsal famalicense. Clique aqui para ver a edição digital.

Paulo Costa - Presidente Cabecudense 1121

Paulo Costa, Presidente Sporting Clube Cabeçudense

“Subir de divisão é uma meta clara”

Depois do falhanço na época transata, o Sporting Clube (SC) Cabeçudense quer cumprir o objetivo esta temporada. “O ano passado foi por unha negra [subida de divisão], mas este ano temos mais qualidade, apesar de ser um campeonato ser mais competitivo. Subir de divisão é uma meta clara”, afirmou o presidente do clube, Paulo Costa.

Para juntar à subida, o dirigente ainda quer juntar a taça da AF Braga e a equipa “dá garantias” para isso. “O Ricardo, juntamente com o diretor desportivo Coutinho, tiveram autonomia para escolher os jogadores mediante o nosso orçamento. O plantel tem mais qualidade que o ano passado”, confirmou.

Com formações de Viana do Castelo e de Braga, Paulo Costa mostrou um conhecimento maior sobre os conjuntos bracarenses. “Temos qualidade para ganhar. Um dos objetivos passa por não perder pontos em casa para assim termos mais possibilidades de subida”, garantiu o presidente.

Na época passada, a subida de divisão escapou depois de terem perdido a final do campeonato frente ao Contacto, mas este ano, o sistema de play-off terminou. O líder do clube vê com bons olhos esta mudança. “Eu penso que agora é um sistema mais justo. Um campeonato passa pela regularidade de uma equipa. Se chegarmos ao play-off, podemos ter um azar de uma lesão ou castigo e deitamos tudo a perder”, sublinhou.

Ricardo Costa - Treinador Cabecudense 1121

Ricardo Costa, treinador Sporting Clube Cabeçudense

“O objetivo é claro. Subir de divisão”

Tal como o presidente do clube, Ricardo Costa, treinador do Sporting Clube (SC) Cabeçudense assumiu a subida de divisão. “Já o ano passado o objetivo era a subida. Falhámos e ficámos frustrados. Para este ano, parámos, pensámos e planificámos a temporada com o mesmo objetivo: subir de divisão”, começou por dizer o técnico.

“Fizemos várias alterações e tornamos o grupo ainda mais forte para chegarmos ao final da época em 1º lugar”, continuou Ricardo Costa.

O plantel “dá garantias” ao treinador e ex-presidente do SC Cabeçudense garantiu que tem “um plantel mais forte e com mais soluções”, apesar de considerar que “este ano o campeonato está mais competitivo”.

“Temos algumas equipas que, juntamente connosco, vão lutar pela subida de divisão. A estrutura dá-nos todas as condições, quer logísticas quer técnicas, para podermos chegar ao final da época e festejarmos a tão desejada subida” revelou confiante o técnico.

Aliás, Ricardo Costa é da mesma opinião do presidente do clube em relação ao sistema competitivo ajustado para esta época. “O ano passado, se o campeonato fosse pela regularidade, subíamos de divisão. Houve o sistema de play-off. Este ano, acabou o play-off e o campeonato é de regularidade. Este sistema é melhor para uma equipa como a nossa que quer ser regular durante a época”, concluiu.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.