exames-nacionais-mais-iguais-a-materia-das-aulas

Notícias

Exames nacionais mais iguais à matéria das aulas

2 min. 16.06.2019

O novo presidente do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), Luís Pereira dos Santos, garantiu que este ano os exames nacionais serão mais adequados ao que é ensinado na escola. À frente do instituto que elabora os exames desde fevereiro, o dirigente diz que o processo de adequação à matéria dada foi iniciada pelo IAVE “há 2, 3 anos” e envolve “alterações cirúrgicas em alguns exames de forma a que estejam mais ligados ao currículo, que é o que os professores ensinam e os alunos deveriam aprender”.

A 1.ª fase dos exames nacionais começa esta segunda-feira com cerca de 160 mil alunos do secundário e 100 mil do ensino básico inscritos para prestar milhares de provas em apenas duas semanas.

Até ao final do mês, 159.840 alunos do ensino secundário vão realizar quase 350 mil exames, sendo que a maioria dos estudantes tem como objetivo conseguir uma nota que lhe permita entrar no ensino superior, segundo dados do Ministério da Educação.

São os alunos do 11.º ano quem vai inaugurar a época de exames, com a prova de Filosofia marcada para as 09h30 de amanhã.

Já na terça-feira, haverá provas para todos os níveis de ensino: os estudantes estrangeiros do 9.º ano têm exame de "Português Língua Não Materna" (PLNM); os do 11.º terão exame a Latim e os finalistas vão mostrar o que sabem a "Português"; "Português Língua Segunda" ou a PLNM.

O exame de Português do 12.º ano é a prova com mais inscritos (77.033 alunos), seguindo-se a prova de Matemática A que se realiza uma semana depois, a 25 de junho, e tem quase 48 mil alunos inscritos, segundo informações dos serviços do Ministério da Educação.

A primeira fase dos exames nacionais do básico e secundário só termina no final do mês, estando marcado para meados de julho o arranque da 2.º fase dos exames nacionais do secundário.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.