atp-revela-quebra-na-exportacao-de-texteis-e-vestuario

Notícias

ATP revela quebra na exportação de têxteis e vestuário

1 min. 11.08.2019

 

A ATP (Associação Têxtil e Vestuário de Portugal), sediada em Vila Nova de Famalicão, revela o balanço das exportações do primeiro semestre do ano. Segundo dados avançados esta semana pelo INE (Instituto Nacional de Estatística),  foi registada uma evolução mensal homóloga de -12,7%, na exportação de têxteis e vestuário.

Para este resultado negativo contribuíram a diminuição de confeção dos produtos em questão. No caso das malhas, a diminuição foi de 2,9%, o que corresponde a 33 milhões de euros. Também os têxteis lar sofreram uma quebra acentuada de 4,9%, o que equivale a 16 milhões de euros.

 A compensar estes resultados negativos, as pastas, feltros e artigos de cordoaria foram os produtos que registaram maior crescimento absoluto de 14 milhões de euros.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.