famalicense-internada-apos-ferias-na-republica-dominicana

Notícias

Famalicense internada após férias na República Dominicana

2 min. 12.08.2019

Uma famalicense de 42 anos, residente em Arnoso Santa Eulália, está internada no Hospital de Braga após passar férias na República Dominicana, avançou este domingo o Jornal de Notícias.

De acordo com a RTP, que noticiou depois o caso, a mulher já terá saído dos cuidados intensivos, continuando internada na mesma unidade hospitalar. 

De acordo com o matutino, que dá conta que a turista portuguesa está com “prognóstico reservado”, a mulher viajava com o marido quando se começou a sentir mal pouco depois de chegar àquela ilha das Caraíbas.

“Os sintomas eram semelhantes a uma gastroenterite, a que se juntava muita falta de ar”, disse um familiar, citado pelo mesmo diário. “Regressaram num voo normal, mas [a mulher] já estava muito doente, com dificuldade em respirar, com o corpo inchado e dores musculares”, salientou a mesma fonte.

O JN escreve ainda que se suspeita que a doença tenha sido contraída através do gelo utilizado para refrescar as bebidas feito de água não potável.

Os exames já levados a cabo aponta para uma uma miocardite, uma inflamação do músculo do coração que provoca arritmias e insuficiência cardíaca.

Em junho passado, recorda o Jornal de Notícias, um outro português, também de férias na República Dominicana, foi tratado após apresentar os mesmos sintomas.

Durante este verão, vários turistas norte-americanos morreram depois de passarem férias em vários resorts da República Dominicana.

Apesar de não haver certezas quanto à causa das mortes, nem mesmo se há uma correlação entre estas, os episódios fizeram disparar os alarmes nos Estados Unidos, e no turismo da ilha, levando a República Dominicana a baixar os preços praticados de 1100 para 800 euros, observa o semanário Expresso.

O FBI e as autoridades locais estão a investigar os casos.

No fim de junho, o Governo português, atravesses do Ministério dos Negócios Estrangeiros pediu aos turistas portugueses que tencionassem viajar para a República Dominicana que tivessem precaução, recordando que a água da torneira do país não é potável.

O Ministério apelou para que os portugueses tivessem especial cuidado quanto ao consumo de bebidas e para que optassem sempre por água engarrafada.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.