famalicense-acusada-de-agredir-filho-bebe-comeca-a-ser-julgada

Notícias

Famalicense acusada de agredir filho bebé começa a ser julgada

1 min. 06.11.2019

O Tribunal do Porto começa a julgar esta quarta-feira uma mulher acusada de causar lesões cerebrais ao seu filho com um mês de idade e de abanar o bebé quando este entrou nos Cuidados Intensivos hospitalares.

O processo, consultado pela agência Lusa, indica que a mulher, uma costureira de 29 anos, residente em Famalicão, presa preventivamente, abanou o bebé “de forma violenta”, com o alegado propósito de conseguir que parasse de chorar. Fê-lo ao longo de quatro dias, em outubro de 2018, até lhe causar síndrome de bebé abanado.

O bebé começou por ser levado a um centro de saúde, depois foi reencaminhado para o hospital de Famalicão e transferido para os Cuidados Intensivos do hospital São João, no Porto.

“Sofreu traumatismos no cérebro, causados pela forma violenta como a arguida o abanou”, resume o Ministério Público na acusação.

O Ministério Público acrescenta que “depois de exames, de uma TAC e ressonâncias magnéticas, os médicos confirmaram múltiplas lesões e hemorragias” na criança.

Ainda segundo o processo, no saco de maternidade da mulher foi encontrada, no dia em que o bebé teve alta no hospital, “uma faca de cozinha.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.