prepare-a-sua-carteira-para-2020

Notícias

Prepare a sua carteira para 2020

4 min. 31.12.2019

Um novo ano começa e as atualizações de preços já não são novidade. Vários são os produtos e serviços que vão sofrer aumento ou diminuição de preço. É tempo de redefinir orçamentos e prioridades para a sua carteira. Confira, de seguida, as principais alterações.

- Rendas. O valor das rendas deverá voltar a subir em 2020, em 0,51%, menos de metade do aumento registado este ano, de 1,15%, tendo em conta as estimativas da inflação dos últimos 12 meses até agosto. Segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), nos últimos 12 meses até agosto a variação média do índice de preços, excluindo a habitação, foi de 0,51%, valor que serve de base ao coeficiente utilizado para a atualização anual das rendas para o próximo ano, ao abrigo do Novo Regime do Arrendamento Urbano (NRAU), e que representa mais 0,51 euros por cada 100 euros de renda.

 - Eletricidade. As tarifas de eletricidade no mercado regulado vão descer 0,4% para os consumidores domésticos a partir de 01 de janeiro. Esta redução representa uma diminuição de 18 cêntimos para uma fatura mensal de 43,9 euros. As tarifas de venda a clientes finais nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira vão ter uma redução de 1,0% em 2020, traduzindo a variação média observada em média e baixa tensão.

- Portagens. Os preços das portagens nas autoestradas vão manter-se em 2020.

- Transportes públicos. A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) determinou que os preços dos transportes públicos de passageiros irão aumentar 0,38% em 2020. No entanto, este valor, no entanto, é contestado pela Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros (ANTROP) que reivindica uma atualização de 3,96%.

- Automóveis. No caso do ISV (Imposto sobre Veículos) as tabelas relativas à componente ambiental são adaptadas para incorporar a transição na homologação de consumos e emissões de adaptação, sendo que a componente cilindrada é atualizada à taxa de 0,3%. As taxas de IUC (Imposto Único de Circulação), por sua vez, são atualizadas em 0,3% e as tabelas e regras de imposto adaptadas ao novo sistema de medição de CO2.

- Tabaco. Será criado um imposto sobre o tabaco aquecido, que até agora estava sujeito ao imposto incidente sobre tabaco de corte fino destinado a cigarros de enrolar, restantes tabacos de fumar, rapé e tabaco de mascar. Todos eles sofrerão um ligeiro aumento.

- Telecomunicações. As operadoras de telecomunicações Meo e Nos admitiram aumentar os preços dos seus serviços em 2020. No primeiro caso, a subida, com base no Índice de Preços do Consumidor será, no mínimo de 50 cêntimos. A Nos irá atualizar alguns serviços em 1%, de acordo com o jornal. A Vodafone e a Nowo deverão manter os preços.

- Pão. O preço do pão poderá sofrer ligeiras correções em 2020, apesar do valor da matéria-prima permanecer estável, num setor onde se avizinham tempos difíceis com o consumidor a evitar os hidratos, avançou a associação da indústria de panificação.

- Gás. As tarifas transitórias do gás natural não sofrem em janeiro quaisquer alterações, uma vez que atualização tarifária só acontece em 1 de outubro para os consumidores que se mantêm no mercado regulado.

Fonte: https://www.dnoticias.pt/

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.