mitos-sobre-lentes-de-contacto-desvendados-na-uminho

Notícias

Mitos sobre lentes de contacto desvendados na UMinho

3 min. 03.02.2020

Sabia que as crianças podem usar lentes de contacto a partir dos 5, 6 anos – ou até mais cedo, se existir indicação específica – e que muitas delas têm autonomia no seu uso?

Quem o diz é José González-Méijome, diretor do Laboratório de Investigação em Optometria Clínica e Experimental da Universidade do Minho (CEORLab).

Os mitos sobre as lentes de contacto ainda confundem a opinião pública e dividem os próprios profissionais. A Área Disciplinar de Optometria e Ciências da Visão da Escola de Ciências da UMinho (ECUM) vai tirar algumas dessas dúvidas esta terça-feira, dia 4, na 15ª Jornada Técnico-Científica de Contactologia, que decorre das 9h15 às 18h00, no auditório A1 do campus de Gualtar, Braga.

 “Em casos como a miopia infantil, as lentes de contacto são cada vez mais aconselhadas a crianças – e quanto mais cedo melhor, pois é quando a miopia mais cresce e assim reduz-se as dioptrias e o crescimento anómalo do olho; além disso, estão também indicadas nalguns tipos de estrabismo”, nota González-Méijome.

“Quanto mais alta é a graduação dos óculos, geralmente mais se indica a prescrição de lentes de contacto, até porque os óculos ficam mais pesados, menos estéticos, alteram o campo de visão e o paciente tem uma perceção diferente do mundo”, defende González-Méijome.

 

O professor realça que há quem utiliza bem as lentes de contacto há mais de 30 anos, mas também quem não as tolere sequer um ano: “Depende de cada um – com as lentes de contacto modernas, não é verdade que haja um certo limite de anos para usarmos lentes”.

“A lente de contacto não se perde atrás do olho nem fica presa nele para sempre. Nunca tive um caso desses", continua o professor.

 A lente de contacto provoca dor de cabeça? “Essa dor deve ter outra origem, como a falha de prescrição ou uma prescrição desadequada”, continua.

Já agora, podemos maquilhar os olhos?

“Sim, de preferência após colocar a lente de contacto, até porque a visão melhora a seguir para realizar essa tarefa”, frisa.

Quanto ao soro fisiológico, é aconselhado para enxaguar e hidratar as lentes, mas nunca para limpeza e desinfeção da lente. Aliás, José González-Meijome insiste que o uso indevido das lentes de contacto pode levar, no limite, à perda severa da visão. “Esse ‘mito’ é verdadeiro se não houver cuidados de higiene regulares e visitas frequentes ao profissional da visão”.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.