carnaval-em-famalicao-termina-com-a-queima-do-galheiro-em-fradelos

Notícias

Carnaval em Famalicão termina com a Queima do Galheiro em Fradelos

1 min. 25.02.2020

A tradição ancestral da “Queima do Galheiro”, na freguesia de Fradelos, que foi reconhecida como uma ação turística do Minho, no âmbito do programa Minho Inovação, encerra as festividades do Carnaval em Famalicão. A iniciativa popular, que surge como uma tradição pagã identitária local, consistindo essencialmente na queima de uma enorme pilha de mato e silvas em redor de um tronco de pinheiro – o galheiro, tem atraído cada vez mais turistas e curiosos a Fradelos.

A "Queima do Galheiro na aldeia de Fradelos " é agora um projeto do Município de Famalicão em concertação com a Associação Juvenil  Koklus e outras entidades locais, que pretendem elevar esta festividade popular que ocorre anualmente no Carnaval.

No que diz respeito à Queima, participam, este ano, os lugares de Quinta/Sapugal e da Povoação. Ao longo do dia, e nos dias anteriores, a população sai à rua amontoando os restos das sementeiras, os galhos velhos das árvores e o silvado, no topo coloca-se um boneco a quem se chama entrudo e pega-se fogo. Os galheiros chegam a atingir os 15 metros de altura. A Queima assinala, assim, o final das festividades carnavalescas e o início da quaresma pascal.

Noutros tempos, a queima repetia-se em diversos lugares da freguesia, quase num despique, para ver quem queimava o maior "Galheiro". Hoje são menos os participantes, mas a alma da tradição mantém-se viva.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.