caso-antena-ps-lamenta-postura-de-paulo-cunha

Notícias

Caso antena: PS lamenta postura de Paulo Cunha

1 min. 02.03.2020

A Concelhia de Famalicão do Partido Socialista (PS) veio hoje, em comunicado, reafirmar a sua preocupação com a instalação da antena de telecomunicações junto à escola D. Maria II e ao Lar S. João de Deus, em Gavião. Na sequência da posição manifestada na última Assembleia Municipal pelo seu deputado Paulo Folhadela, o PS manifesta ainda sua “perplexidade pela postura da Câmara Municipal no processo”.

“De que vale o presidente da Câmara afirmar que, por ele, a antena não era instalada naquele local, mas que enquanto autarca está limitado aos pareceres técnicos”, questionam os socialistas

Messe sentido, o PS entende que se a vontade de Paulo Cunha era a de não permitir a instalação, “que podia e devia ter efetuado o trabalho político que se exige a quem representa os famalicenses, encetando os contactos necessários com os interessados no sentido de encontrar uma solução que defendesse os interesses em presença, especialmente os da comunidade escolar e dos utentes da valência da Santa Casa da Misericórdia”.

O líder da concelhia, Eduardo Oliveira acrescenta, na nota á imprensa, que "aos eleitos exige-se que sejam intransigentes na defesa dos interesses das populações, respeitando, claro está, a lei mas antecipando problemas e disponibilizando-se para intervir em tempo útil na procura da solução que seja a mais adequada".

 

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.