pcp-de-famalicao-alerta-para-necessidade-de-defender-os-trabalhadores

Notícias

PCP de Famalicão alerta para necessidade de defender os trabalhadores

2 min. 14.04.2020

A Concelhia de Famalicão do Partido Comunista Português (PCP) veio, em comunicado, alertar para a necessidade “de assegurar a proteção dos trabalhadores e a economia social”, sustentando que as medidas de combate á Covid-19, não podem ser vir de pretexto “para aumentar a exploração”, com despedimentos, perdas de salários ou férias forçadas”.

Os comunistas dizem que no concelho de Famalicão “também são várias as empresas que, apesar dos lucros de milhões de euros, aproveitam-se dos legítimos receios e inseguranças dos trabalhadores”. E acusam: “colocam os trabalhadores ‘entre a espada e a parede’, propondo ilicitamente dias de férias, banco de horas e ameaçando com lay-off ou procedendo à destruição de postos de trabalho, em claro desrespeito pela legislação laboral vigente”.

Afirmando que “quarentena não são férias”, o PCP defende que, “numa situação de inatividade como esta, deve ser garantida a totalidade dos salários e não sacrificar as férias ou outros direitos dos trabalhadores”.

O PCP toma também posição sobre a feira semanal. Apesar das “notícias negativas da última semana”, entende que a feira deve continuar porque “assegura o escoamento e rendimento da pequena produção, que são fontes de abastecimento de muitas famílias”.

No comunicado, os comunistas não esquecem o concelho e Famalicão é um da zona norte que acusa um aumento significativo de casos com teste positivo ao Covid 19, pelo que defendem “as medidas de prevenção continuadamente reforçadas”.

Nesse sentido, recordam as medidas já propostas à autarquia pelo deputado da CDU na Assembleia Municipal, nomeadamente, um plano de desinfeção dos transportes, equipamentos municipais e espaços públicos; e fornecimento de recipientes descartáveis aos alunos que recorrem às refeições diárias, em regime de take away.

O PCP não deixa inda de condenar a atitude recente do PS de Famalicão no que diz respeito à distribuição e equipamento de proteção, classificando-a como “populismo e protagonismo baratos”.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.