a-reclusao-familiar-e-complicada-14-dicas-para-lidar-com-os-filhos

Notícias

A "reclusão familiar" é complicada? 14 dicas para lidar com os filhos

4 min. 17.04.2020

Ter crianças pequenas e adolescentes em casa 24 sob 24 horas pode ser um desafio muito complicado. O novo coronavírus trouxe às famílias situações nunca antes vividas, e, por isso, a DGS dá alguns conselhos de como poder atenuar a tensão que a vida "em reclusão familiar" pode gerar. Saiba ainda como lidar com o isolamento e com a segurança online.

Estar em casa com crianças cheias de energia, sempre ativas, ou adolescentes para quem ficar entre quatro paredes é do mais contranatura que podem viver – e ao mesmo fazer as oito horas de teletrabalho, que o confinamento do coronavírus não terminou –criou um conjunto de problemas que as famílias em todo mundo têm de resolver, e às quais os portugueses não escapam. Para ajudar a lidar com esta situação, muito difícil de gerir, a Direção-Geral da Saúde (DGS) dá um conjunto de 14 dicas a adotar nestes tempos.

Num documento da DGS, que será em breve divulgado ao público, é referido que "as crianças e jovens são vulneráveis às pressões do meio e da própria situação de isolamento". "A sua estabilidade, confiança e segurança são afetadas pelo ambiente que as rodeia, onde os laços afetivos, a gestão de exposição a riscos, a comunicação adaptada ao seu desenvolvimento e a prestação de cuidados são fatores de proteção cruciais", conclui.

Por isso, os pais, as mães e os cuidadores, segundo a DGS, devem estar atentos e adotar estilos de relação que minimizem o impacto da situação nas crianças e jovens.

Para isso elabora uma lista de 14 dicas que as famílias portuguesas devem seguir:

  • Reduza o seu nível de stress, guarde um tempo só para si
  • Dedique momentos de atenção exclusiva para cada criança/jovem
  • Ouça-os/as e valide os seus sentimentos
  • Seja compreensivo/a
  • Reforce os bons comportamentos
  • Emita ordens pela positiva
  • Observe, converse e explique
  • Exija que cumpra regras e seja consistente
  • Seja firme em vez de zangado/a
  • Controle a sua impulsividade
  • Não confunda disciplina com castigo
  • Evite gritos ou violência física
  • Deixe a criança/jovem aprender com as consequências
  • Coordene a definição dos mesmos limites entre os pais/mães/pessoas cuidadoras

Combater o isolamento

O isolamento é outra consequência do confinamento que chegou com o estado de emergência. Não será fácil, para muitos, lidar com esta situação, mas também para esta situação a DGS dá um conjunto de conselhos. Começa por defender que devemos aprender a reconhecer os sentimentos partilhá-los com a família, e manter os menores ocupados, a realizar tarefas em família.

Numa época em que o tema dominante é a pandemia, também é importante controlar a exposição constante às notícias sobre o Covid-19, procurando a informação em fontes oficiais.

Em termos sociais e educativos, e dentro das restrições atuais, é necessário "manter contacto regular com os colegas, amigos, professores via tecnológica e estabelecer rotinas em relação às atividades escolares.

A DGS afirma que a família deve ainda "manter-se em movimento, com períodos de atividade física" e promover a "alimentação saudável". Aquele organismo diz ainda que esta pode ser uma fase em que pode aproveitar para fazer atividades diferentes, ler um livro, e descobrir um hobby.

 

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.