maioria-61-acredita-haver-empresas-que-se-aproveitam-da-crise

Notícias

Maioria (61%) acredita haver empresas que se aproveitam da crise

2 min. 01.05.2020

Depois de um mês em que se sucederam os despedimentos e um recurso massivo ao lay-off, quase dois terços dos portugueses (61%) desconfiam das verdadeiras intenções das empresas. Ao contrário, a atuação dos sindicatos durante esta crise merece avaliação positiva (com um saldo de 28 pontos percentuais), ainda que haja uma decisão que causa enorme desagrado: 82% discorda que haja manifestações do 1.º de Maio, como as que a CGTP promove esta sexta-feira em 25 cidades.

Os resultados do barómetro da Pitagórica para o JN e a TSF são bastante claros: de acordo com 61% dos inquiridos há muitas empresas que estão a aproveitar-se da crise para fechar, despedir ou obrigar os trabalhadores a irem para lay-off (o que implica uma redução parcial dos salários). Talvez por isso, são ainda mais (63%) os que defendem que o Estado devia proibir os despedimentos durante o período de estado de emergência (termina este sábado, seguindo-se o estado de calamidade).

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.