generalizacao-de-testes-rapidos-em-estudo-pelo-ministerio-da-saude

Notícias

Generalização de testes rápidos em estudo pelo ministério da Saúde

1 min. 01.05.2020

A ministra da Saúde revelou hoje estar a trabalhar com várias entidades para definir critérios de distribuição de testes rápidos de diagnóstico de infeção pelo novo coronavírus, admitindo que assumem “particular relevância” com o retomar de cuidados não-covid.

“No ministério da Saúde temos estado, em colaboração com as Administrações Regionais de Saúde, os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde e o Infarmed, a trabalhar nestas matérias e nos critérios para distribuição de testes rápidos [diagnóstico em cerca de 50 minutos], que no contexto de retoma de atividade assistencial não covid e da sua intensificação, são particularmente relevantes”, afirmou Marta Temido.

Na conferência de imprensa diária sobre a situação epidemiológica no país, a ministra observou que esses “testes mais rápidos” tem estado a ser disponibilizados “em função das necessidades dos hospitais” e, numa primeira fase, chegaram aos hospitais do Norte.

Marta Temido esclareceu que os testes rápidos foram distribuídos em locais que não tinham outro tipo de diagnóstico, como a Unidade de Saúde Local do Nordeste, mas também no Porto, no Hospital de São João e no Instituto Português de Oncologia (IPO).

Nestes dois casos, explicou, a realização de testes rápidos deveu-se ao facto de “a premência de obter um resultado” ser “relevante para celeridade da atividade”.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.