covid-19-pode-estar-no-esperma-mas-transmissao-sexual-nao-se-confirma

Notícias

Covid-19 pode estar no esperma mas transmissão sexual não se confirma

1 min. 08.05.2020

O novo coronavírus foi detetado no sémen de seis homens, mas ainda não é possível constatar que o vírus pode ser transmitido por via sexual. Falta mais investigação.

Um equipa de médicos do hospital municipal de Shangqiu, na China, analisou o esperma de 38 homens hospitalizados com covid-19 e descobriu que seis deles (16%), que se encontravam já em recuperação, tinham o SARS-CoV-2 presente no sémen.

Por não estar claro se os investigadores encontraram vírus infecioso ou fragmentos não infeciosos, a descoberta reflete uma pequena possibilidade de a doença ser transmitida sexualmente, mas o risco ainda parece pouco provável. Os cientistas dizem que, sendo a conclusão preliminar baseada numa amostra reduzida, é preciso mais investigação para verificar se a transmissão por via sexual pode ter um papel na pandemia.

"São precisos mais estudos que forneçam informação detalhada sobre o tempo de sobrevivência e a concentração no sémen", escreveu a equipa, citada pela agência Reuters, num estudo publicado no "JAMA Network Open". "Se for possível provar que o SARS-CoV-2 pode ser transmitido sexualmente (...) essa pode ser uma parte crítica da prevenção", acrescentou.

Cientistas independentes consideram a descoberta interessante, mas pedem cautela, uma vez que outros estudos não encontraram covid-19 no esperma humano.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.