dgs-considera-precoce-falar-de-publico-em-estadios-na-champions

Notícias

DGS considera "precoce" falar de público em estádios na 'champions'

3 min. 17.06.2020

A diretora-geral da Saúde considerou hoje “precoce” admitir a presença de público nos estádios portugueses durante a ‘final a oito’ da Liga dos Campeões de futebol, que se vai realizar em Lisboa.

“É precoce dizer [se haverá público]. O que quer que a Direção-Geral da Saúde [DGS] faça, fá-lo-á avaliando a situação especifica desta competição e em articulação com o parceiro que tem nessa avaliação, que é a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Neste momento, é precoce dizer seja o que for”, afirmou Graça Freitas, na conferência de imprensa diária sobre a pandemia de covid-19.

A responsável respondia a uma pergunta sobre se a DGS perspetiva autorizar público nos estádios na principal competição europeia de clubes, cuja fase final foi hoje atribuída a Portugal pelo Comité Executivo da UEFA.

Graça Freitas referiu ainda cabe a “outras entidades” calcular a estimativa de visitantes ao país.

A responsável disse que “quantos mais visitantes forem melhor será para o país, mas desde que sejam cumpridas as regras” sanitárias.

Graça Freitas observou ainda que tem “a garantia da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), da FPF, e dos clubes envolvidos, mas sobretudo da FPF, de que os códigos de conduta e regras serão observados”.

A diretora-geral notou ainda que Portugal “é um país seguro” e que a região de Lisboa e Vale do Tejo tem registado um elevado número de casos de infeção pelo novo coronavírus porque a entidades estão “procurá-los ativamente”.

“Um excelente exemplo da segurança do nosso país é a forma como o campeonato foi retomado. Um modelo que tão bem tem resultado com a FPF, também resultará com a ‘champions’”, afirmou.

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, destacou que o envolvimento da DGS no plano de organização da prova, assinalando que “dá confiança aos organismos internacionais para trazer o evento” para Portugal.

“Será uma boa decisão trazer a ‘champions’, com segurança, como tem acontecido com o campeonato nacional”, afirmou.

O Estádio da Luz e o Estádio José Alvalade, em Lisboa, vão receber a fase final da Liga dos Campeões futebol em agosto, em campos neutros e em apenas um jogo, anunciou hoje a UEFA.

A final estava prevista para o Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul.

A edição de 2019/20 da ‘Champions’, que foi suspensa em março devido à pandemia de covid-19, vai ser reatada com os restantes quatro jogos dos oitavos de final, seguindo-se o desfecho inédito em campos neutros, na Luz e em Alvalade.

Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain aguardam a segunda mão dos embates dos ‘oitavos’ (Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, FC Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea), agendados para 07 e 08 de agosto, no Porto ou em Guimarães, caso não sejam jogados nos recintos dos clubes, segundo a UEFA.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.