covid-19-vendas-de-casas-cairam-a-pique-em-abril

Notícias

Covid 19: vendas de casas caíram a pique em abril

1 min. 22.06.2020

A pandemia do novo coronavírus está a deixar marcas em todos os setores da economia e o imobiliário é um dos mais afetados. O número de vendas está a cair a pique e os novos contratos de arrendamento também não escapam à razia, indicam os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

“A pandemia afetou o mercado habitacional de forma diferenciada no território”, começa por apontar o gabinete de estatística. “Em abril de 2020, em todas as regiões, registou-se uma diminuição do número de vendas de alojamentos familiares face ao período homólogo”.

Em abril de 2020, foram vendidos 5,1 alojamentos por mil alojamentos familiares clássicos em Portugal uma diminuição de -19% face ao mês anterior e de -17% face ao período homólogo”, indica o INE.

Mas o mercado de arrendamento também está a sentir os efeitos da pandemia e da menor mobilidade da população nacional e estrangeira. “Em abril de 2020, registaram-se 2,2 novos contratos de arrendamento por mil alojamentos familiares clássicos em Portugal, uma diminuição de -50% face ao mês anterior e de -13% face ao período homólogo”, refere o Instituto Nacional de Estatística.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.