pedroso-junta-se-a-lista-de-candidatura-de-ana-gomes-a-presidencia

Notícias

Pedroso junta-se à lista de candidatura de Ana Gomes à presidência

1 min. 24.09.2020

O ex-ministro do Trabalho, Paulo Pedroso, será um dos integrantes da estrutura organizativa da candidatura de Ana Gomes à presidência da República, confirmou a candidata esta quinta-feira.

A ex-eurodeputada do PS afirmou que tem o maior orgulho em poder contar com a colaboração de Paulo Pedroso, um socialista de sempre, um sociólogo e docente universitário distinto, um militante da esquerda democrática, que exerceu, com competência e seriedade, os mais variados cargos ao serviço da República.

Na declaração escrita, Ana Gomes não foge ao tema da acusação do ex-ministro de António Guterres no processo Casa Pia, para lembrar que não foi pronunciado nem julgado e até recebeu uma indemnização de um tribunal europeu.

Na conclusão, Ana Gomes promete lutar sempre contra as injustiças.

Paulo Pedroso foi ministro do Trabalho e da Solidariedade do XIV Governo Constitucional, liderado por António Guterres.

Foi acusado no processo Casa Pia por abuso sexual de menores, motivo pelo qual foi constituído arguido. Durante a fase de inquérito, foi detido em plena Assembleia da República e suspendeu o cargo de deputado.

Em 2006, na fase instrutória do processo, o Tribunal de Instrução Criminal considerou que não havia fundamento para ser levado a julgamento.

Ganhou depois um processo no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, que condenou o Estado português a indemnizar Paulo Pedroso no valor de 68.555 euros.

Antes das últimas legislativas, em janeiro de 2020, Paulo Pedroso anunciou ter deixado de ser militante do PS.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.