abastecimento-irregular-vale-penalizacao-de-20-segundos-a-joni-brandao

Notícias

Abastecimento irregular vale penalização de 20 segundos a Joni Brandão

1 min. 02.10.2020

O ciclista Joni Brandão sofreu uma penalização de 20 segundos na geral individual por abastecimento irregular na quarta etapa, da qual saiu vencedor.

O diretor desportivo da Efapel confirmou o facto, esta sexta-feira, reconhecendo que a prova está perdida.

Ruben Pereira admitiu que “deu-se um abastecimento irregular nos últimos 10 quilómetros [da etapa da Torre]. Sabíamos que podíamos ser penalizados, mas os meus atletas já vinham há 50 quilómetros sem água. Foi um instinto”.

O colégio de comissários já tinha penalizado António Carvalho na noite de quinta-feira, pela mesma irregularidade, e, hoje de manhã, após rever as imagens televisivas, decidiu aplicar a mesma sanção, prevista nos regulamentos, ao vencedor no alto da Torre.

Assim, Brandão cai do quarto para o quinto lugar da geral individual, por troca com João Benta (Rádio Popular-Boavista), e vê a sua distância para o camisola amarela Amaro Antunes (W52-FC Porto) aumentar para 01.37 minutos.

O diretor desportivo da Efapel, em declarações aos jornalistas em Oliveira do Hospital, reforçou que “perdemos a Volta na Senhora da Graça, não por estes 20 segundos”.

Ruben Pereira assumiu a culpa pela penalização dos seus ciclistas, vincando que pensou no bem estar de Brandão e Carvalho.

“Pela minha maneira de ver, foi tudo em prol deles, apesar de terem saído prejudicados”, concluiu.

A edição especial da Volta a Portugal, que decorre até segunda-feira, é liderada por Amaro Antunes, que tem 13 segundos de vantagem sobre Frederico Figueiredo (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel).

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.