museu-bernardino-machado-lanca-novo-ciclo-de-conferencias

Cultura

Museu Bernardino Machado lança novo ciclo de conferências

3 min. 09.01.2020

As conspirações, revoltas e revoluções que ocorreram em Portugal entre o final do século XIX e o século XX marcaram de forma indelével o rumo do país, tornando-se em acontecimentos nacionais que merecem ser estudados e refletidos para melhor compreender a história. A isso mesmo se propõe o Museu Bernardino Machado, de Famalicão, ao longo de 2020, promovendo entre 31 de janeiro e 30 de outubro, o ciclo de conferências “Conspirações, Revoltas e Revoluções 1891-1926”.

São nove encontros mensais, dedicados ao debate e reflexão dos vários movimentos de agitação popular e militar que ocorreram durante este período, com a presença de especialistas e investigadores de renome nacional. O debate do tema encerra em novembro, com os habituais Encontros de Outono e a abordagem da mesma temática, mas durante o período entre 1926 e 1975.

De acordo com o coordenador cientifico do Museu Bernardino Machado, Norberto Cunha, “a eleição desta temática deve-se a circunstâncias fáceis de reconhecer, um mundo contemporâneo onde a violência armada tem sido uma constante nas “nações” e onde não cessam de ser notícia revoluções, revoltas e conspirações que nelas surgem”. Refira-se, a propósito, que foi entre este período histórico (1891-1975) que se deu a queda da monarquia, a implantação da república, a reforma republicana e a instauração do Estado Novo.

 

Por seu lado, o presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, destaca que “com estes ciclos de conferências anuais, o Museu Bernardino Machado tem dado um contributo muito importante para uma melhor compreensão da história nacional”.

 

Primeira conferência realiza-se a 31 de janeiro

 

Norberto Cunha dará o “tiro de partida” para o ciclo de conferências, lançando o primeiro tema “O 31 de janeiro de 1891”, que vai decorrer precisamente na noite de 31 de janeiro, 129 anos após a revolta que culminou na primeira tentativa para instaurar o regime republicano.

Todas as conferências se realizam pelas 21h30, no Museu Bernardino Machado, sendo de entrada livre.

Os restantes temas a abordar durante o ano são os seguintes: “O Regicídio (1908)”; “Machado Santos e o 5 de Outubro”; “A revolta de 14 de Maio de 1915”; “O 5 de Dezembro de 1917”; “Das incursões monárquicas de 1911 à Monarquia do Norte (1905-1919)”; “A revolta de 19 de Outubro de 1921”; “A revolta de 18 de Abril de 1925” e, por fim, “A Revolução de Maio: entre a reforma republicana e o Estado Novo".

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

opiniao-publica

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.